01 novembro 2009

a preguiça é um pecado

Photobucket
Porto
Outubro 2009

21 comentários:

du disse...

um autêntico banksy feat. bocage

K disse...

Isto era um cartaz já nem sei de quê...
Gosto da concepção de muitos cartazes. Agora gostava de uns scones e de um chá masala, porém a preguiça impede-me de fazer os scones e a memória de fazer o chá.

Desinformador disse...

Tás como eu... passei o dia no sofá a dormir, a ler, a ver tv, e a comer... e não necessariamente por esta ordem!

K disse...

Também chove por aí??

Mas é que eu ainda tenho coisas para arrumar e um quarto que mais parece uma feira das piores!!

Desinformador disse...

Nop, esteve um belo dia de primavera!!!

Mas a preguiça foi tanta que ainda nem me levantei para ir às compras...

K disse...

Já eu voltei a sentar-me a ler...isto de não ter televisão faz-me bem!

Desinformador disse...

lol... quem precisa de tv quando há net, livros e dvd's!!!

K disse...

Mas a net também já me roubou muito tempo. Espero sinceramente resolver o assunto. Ler mais. Voltar a escrever. Ver mais filmes. Ouvir música mais variada (liguei o pc à aparelhagem o que já está a resolver o assunto). Começava a sentir-me em privação de alimento intelectual. Não pode ser porra! Foda-se! A mim não me apanham os cabrões! (estou a ler o Porn do Welsh por isso só vai sair mesmo asneira! ahahahah)

crème fraîche disse...

bom, mas bom.

K disse...

muito bom porém deixa-me sempre a consciência pesada...
actualmente nem tanto que me tenho dedicado a ler.

Desinformador disse...

O porn do Welsh!!! mt bom! o sick boy continua em grande!!!

K disse...

Foda-se! Os cabrões batem todos mal!'tás a ber?

Desculpa lá o vernáculo mas estou imbuída nos espírito da narrativa (conquanto por vezes canse).

Dalaiama disse...

Que bom K que já andas a reencontrar tempo para ler! :)
É bom estarmos conosco próprios conectados ao mundo infinito pelas páginas de um livro. Na versão analógica, porque sabe bem sentir as folhas nas pontas dos dedos e o cheiro da impressão :P
Tu és generosa contigo própria. Ainda ali atrás dizias que querias ler mais, voltar a escrever, ver mais filmes, ouvir vários tipos de música. Bem, o pc resolveu a cena da música, já vais lendo, daqui a nada sem dares por isso voltas a escrever (se bem que não é o que tu fazes no blog?) e a comer pipocas no cinema ;)
Mesmo quando há esforço nas mudanças a vida encaminha-se de um modo tão natural que tudo parece óbvio e automático. Esse facto meio mágico ainda hoje me surpreende...
A nossa intuição encaminha-nos sempre para patamares superiores!

BraNko disse...

Não sabia que o diabo era rabeta...mas isso já explica muita coisa...

K disse...

O Diabo é rabeta?! Ah! E gosta de nos ir ao cu, né? Pois...és capaz de ter razão...mas olha que Deus não lhe fica atrás!

K disse...

Dalaiama, sorry! No meio da excitação devido à picardia que se avizinhava aqui e noutro canto da blogosfera, esqueci-me de te responder. Shame on me!
É óptimo estarmos connosco próprios e é algo que necessito reaprender a fazer, ou a fazer de outra maneira. Perdi demasiado tempo com nada, estive demasiado tempo entorpecida. Precisava reagir. A mudança de casa, até ver, despoletou a mudança de atitudes que espero bem manter.
Eu sempre ouvi muita música, e tenho bastantes cds, mas até isso já não fazia com tanta frequência e intensidade como anteriormente. Ademais, ultimamente música nova só mesmo no disco rígido, o que dificultava a sua audição.
A verdade é que nesta casa usufruo de um silêncio que torna a audição de música e a leitura muito mais apelativa. Nunca, por exemplo, Jeff Buckley me soou tão bem. Há muito que não sentia tanto prazer em enroscar-me no "sofá" (aquilo não é bem um sofá...eheheh) a devorar páginas. E se precisava de o fazer!
No que concerne a escrita, eu no blog escrevo muito pouco e ultimamente, desde a alteração do visual, que não o faço. Isso, a acontecer, será outro projecto.
Falta-me a visualização de filmes, e isso é mesmo demanda para levar a cabo em casa!
Penso que lentamente vamos lá...

Cristiana disse...

K,

è pecado mas é um pecado bom!!!

K disse...

Há pecados maus? hmmmm....quando exagerados penso que sim. De resto são sempre bons!

Ah! A luxúria! Onde anda ela! Acho que a vi perdida no outro dia num conjunto de lingerie e num par de saltos altos que eu não tenho para mostrar ao homem que eu também não tenho. Damn it!

Desinformador disse...

lol, tou a ber sim carago!!!

Tb sei que actualmente já está há benda um novo libro do Irbine Welsh... chama-se Crime... mas nao sei qual é a trama desta vez.

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=186&id_news=409047

K disse...

Falando em livros....uma vez recomendaste-me um outro escritor, se não me engano, na linha do Chuck...qual era?

Desinformador disse...

that's easy o livro é o Millennium People, do JG Ballard, autor do Crash, passado ao cinema pelo David Cronenberg... sobre um grupo disfuncional, que só tinha prazer sexual ao assistir, ou a simular acidentes de automóveis famosos... a cena da recriação do acidente do James Dean é... hilariante de tão surreal que se torna.