31 maio 2009

Cheirou a Lisboa

Lisboa
Abril 2009



Cheirou a uma viagem sempre aprazível na companhia da família lontro; cheirou a navalheiras; cheirou a chamuças, a garlic naan, a achar de manga, a caril de camarão, a arroz basmati, a Planalto fresquinho e bebimka; cheirou a um meio de tarde afogada em ginjinhas e eduardinos na Ginjinha Sem Rival nas Portas de Santo Antão na companhia da progenitora e de um casal amigo, a quem ainda se juntou a irmã da progenitora, grupo pouco aconselhável a pessoas com uma reputação a manter e um bom nome a defender; cheirou a um resto de tarde eufórica a chatear o meu par de jarras predilecto e em amena cavaqueira com uma das gémeas com arte a correr nas veias; cheirou a uma ressaquinha que chegou lá para as 21h30; cheirou a um jantar descansado na companhia de amigos em que emborquei coca-cola como se não houvesse amanhã - vá-se lá saber porquê; cheirou a músicas de Ornatos ouvidas em modo repeat enquanto cavalgava o Tejo; cheirou a um sentimento arrebatador de vitória de mais um passo dado e uma vontade imensa de abraçar os amigos com sorriso rasgado de felicidade enquanto se diria "consegui!"; cheirou a pés enterrados na areia, a ténis de praia e uma fome não saciada de um mergulho no mar por incompatibilidade com a temperatura na água; cheirou a polvo no forno com batatas a murro; cheirou a prenda de aniversário antecipada da minha querida Neka em formato de circo de sol a provar que não são preciso animais para se conseguir um bom espectáculo e a comprovar que eu continuo uma criança que adora palhaçadas; cheirou a uma viagem sonolenta de regresso com a boca aberta mas sem baba; cheirou a uma casa que se encontra meio caótica graças ao paneleiro do meu gato; enfim, cheirou a vida.

6 comentários:

A. disse...

: ) tou a ver que foi em grande!
oh andámos trocadas! ; )

PAULO LONTRO disse...

E cheirou bem...
:)

Desinformador disse...

a mim cheirou-me a relva verdinha, bem tratada de um campo de futebol nas primeiras faldas Pirenéus!

E que bem que soube andar descalço por aquela relva!!!

K disse...

A., foi em grande mas calminho! Soube muito bem! Pois andamos! É porque não tem que ser. ;]

Paulo, cheirou muito bem mesmo! A vida cheira bem. É inebriante!

Des, sabe tão bem andar descalço na relva! Fico feliz por ti! E parabéns atrasados! Baci mille!!

Pedro Lopes disse...

coitado do gato
:-)

K disse...

Coitado nada! Coitada é de mim que o aturo!