28 maio 2009

Aloquetes aos molhos

Firenze, Itália
Maio 2009

36 comentários:

Sandra Alves disse...

Aloquetes? Cadeados mulher, são cadeados. Pfff... Aloquetes!

47 disse...

O que guardavam eles?! tantos

i play everyday disse...

são aloquetes são... bah

K disse...

Maninha!! Mas gora tens perfil do blogger? Muito me contas! E também podem ser aloquetes, sim senhora. Até aparece no Priberam! Beijos mil

47, não faço ideia. Nem a intenção. Só que estavam lá. Aos molhos!

IPE, claro que são aloquetes! Ou cadeados!

Santo PC disse...

E o que é que tu tens para ser tão bem guardado? Foda-se deve ser um tesouro dos antigos!

K disse...

E porventura eu disse que tinha algo guardado? Ou que os aloquetes em questão guardavam algo meu? Pois, bem me parecia que não!

E tesouros meu caro, todos os temos e todos o somos. Mas isso é a minha opinião.

Santo PC disse...

Não disseste que tinhas algo guardado mas também não disseste que não tinhas!
Pois e também não disseste se era teu ou se não era!
E a tua opinião é a tua opinião e acabaste por responder ao que não te tinha sido perguntado. Um numero do código já foi revelado, faltaram ainda muitos?

K disse...

Pois não disse! E mesmo assim pressumiste que eu teria algo bem guardado! Já tu revelas a necessidade de uns psicotrópicos!

Santo PC disse...

Sou boa pessoa, um santo, faço sempre boas presunções sobre pessoas que não conheço!
Mas como sou humano posso errar, errei?

K disse...

Mas eu nem dei conta de haver boas ou más presunções! Apenas uma presunção que teria um tesouro guardado. De resto como já não estou a perceber peva da conversa coibo-me de opinar acerca de eventuais erros.

Santo PC disse...

Eu é que não posso opinar. Não me dizem respeito. E que tal se fosses ao teu mail?

K disse...

E que tal se fosses ao teu?

Santo PC disse...

Ando erradamente mal pressumido!

K disse...

Ainda bem que lá chegaste.

Santo PC disse...

Guiaste-me o caminho

K disse...

Lá andas tu novamente a presumir!

Santo PC disse...

Eu?

K disse...

Não! Imagine-se! O vizinho!

Santo PC disse...

O vizinho? O teu vizinho é presumido? Ou é uma presunção?

K disse...

Acho que ele não se importava de ser qualquer uma das coisas.

Santo PC disse...

Já eu acho que é uma grande presunção achar que o fulano alinhava em ser dois ao mesmo tempo!

K disse...

Leva lá a taça. E a bicicleta. Mas deixa o selim!

Santo PC disse...

Não levo deixa estar. Não gosto de subir ao podium.

K disse...

Já somos dois.

Santo PC disse...

Um podium para dois fica descompensado!

K disse...

Eu diria que ficava vazio, porque ambos não desejamos ocupá-lo.

Santo PC disse...

Sou contra ocupações, essa merda é à força e eu sou um gajo contra as brutalidades, já as brutidades ...

K disse...

Já as brutidades são contigo!!!

Santo PC disse...

São comigo sim, sou um gajo bruto ou em bruto, vê bem que nesta idade ainda estou em bruto!

K disse...

O que significa que já não tens remédio!

Santo PC disse...

Não tenho remédio, sou um caso perdido, em bruto e perdido, olha se alguém tem o azar de me achar!?
Foda-se é coisa para doer.

K disse...

É coisa para traumatizar. Mas descansa. Tu és daqueles casos que fica perdido e não achado!

Santo PC disse...

Eu sou um caso perdido de tão achado que já fui, merdas que não interessam nem para desentupir canos.

Anonyma disse...

Ao fechar o cadeado (especialmente junto à estátua de Benvenuto Cellini) e atirar a chave ao rio Arno, os amantes acreditam que se tornam eternamente unidos. 50 Euros de multa para quem for apanhado a colocar um cadeado! :)

K disse...

Oh! Grazie mille Anonyma pela explicação! Bem que pensei que seria algo relacionado com o amor, pois num deles pode ler-se "ti amo" (nesta foto não dá para ver, só nas que tirei com a digital). A brincadeira pode é sair cara. E nem garante sucesso! ;]

Dalaiama disse...

Com a explicação ficou tudo mais claro!
Que bonito!
Fechar um cadeado no espaço público, usar a rua, o sol e o oxigénio da comunidade para selar uma esperança no amor eterno! Como é bonito o amor eterno! Enquanto há coração, sozinhos ou acompanhados, o nosso ser autónomo garante o brilho no peito. O amor está em nós, somos a continuidade de tudo o que vivemos, o ser constante que em tudo existe. É lindo o AMOR!
Já que se arrisca uma multa de 50 euros, agradecido por todas as formas de amor que já senti, sinto e sentirei, dá vontade de fechar um cadeado e deixar um stencil no chão, com flores, pássaros, corações e dois sapinhos a beijarem-se!
:)