26 abril 2009

Sweets for my Sweets

Hamburgo
Junho 2008




A menina que diz não ser constante decidiu agraciar-me com um prémio, num texto a que chamou, e muito bem, A tesão da blogosfera. Ora, eu não sou muito gaja dada a estas coisas dos prémios, nem aqui o tasco se coaduna com isso, contudo tesão é uma palavra deliciosa que sempre apreciei e que nos enche a boca. Literalmente. E assim, subvertendo ligeiramente as regras, ela deu o prémios às pessoas, e pelas pessoas, e não tanto pelo conteúdo do blogue. E eu gostei. Porque afinal são as pessoas com quem nos cruzamos, que nos marcam, com quem aprendemos e crescemos, seja por muito ou pouco tempo, que nos dão tesão para a vida. Ou isso sou eu que gosto genuinamente de pessoas. A blogosfera, na sua imensa manta de retalhos de identidades, dá tesão que não mais acaba para descobrir e conhecer pessoas. Mas isso talvez seja eu que gosto genuinamente de pessoas. De as descobrir e conhecer. Porque todas as pessoas são únicas e um mundo inteiro de gente.

Posto isto, e subvertendo ainda mais as regras, ou seja, fazendo isto completamente à minha maneira, que eu cá e lá sou do contra, não vou entregar prémios, vou antes prestar uma pequena mas sentida homenagem a todas as pessoas que habitam o meu coração e que têm blogues ou outro qualquer espaço virtual à distância de um click. Se alguns apenas conheço virtualmente, muitos já ultrapassaram essa barreira etérea para entrarem na vida real. Se com uns estive apenas uma ou outra vez e o contacto é maioritariamente não presencial, e com outros me cruze ocasionalmente, outros há muito são companheiros de aventuras e desventuras. Depois há ainda as pessoas que já vêm de outras épocas, outras paisagens e outras vidas virtuais, ou que, não sendo directamente pelo blogue, conheci devido à temática tantas vezes abordada.

E como eu cá e lá sou do contra, e sou dada à chalaça, também não vou pôr links e nem serei de todo óbvia (ou sim!) que eu gosto de vos ver a descobrir quem são.

A ti que dizes não ter constância e que sem te conhecer te gosto tanto; àquele que seria provavelmente o homem da minha vida não fosse casado e pai de filho – é o que se chama chegar tarde!; ao meu querido amigo alienado com quem partilho tantos pedaços de vida;
ao meu maninho cósmico do coração de quem tenho tantas saudades; ao tresloucado que deseja ser loiro e que parece que conheço há uma vida; aos 3 da vida airada, o ex-militante do PP, o que tem uns stresses com o pessoal por causa de umas cenas e aquele que bem poderia ser uma versão minha no masculino, comparsa de tantas noites, madrugadas e por vezes manhãs de extrema folia – e tardes de preguiça ao sol!; às minhas gémeas com arte a correr nas veias; à minha bziña do coração e catsitter com quem ando às turras mas que adoro (e que faz uns panadinhos divinais!); ao senhor gourmet, e a toda a família feliz (obrigada por me fazerem sentir em casa!), que me deu a conhecer tantos aromas e paladares e tem contribuído regularmente para o meu aumento de peso e agravamento dos índices hematológicos; a essas duas personagens que adoro ler e que já não consigo desemparelhar (desculpem lá qualquer coisinha que eu sei que vocês não gostam dessas intimidades), a menina gaiata e refilona que vive com os cornos na boca (salvo seja) e o gajo que tem a mania de ser uma besta mas que não convence ninguém; ao meu par de jarras predilecto e que são piores que gajas no que toca ao calçado; aos que nos oferecem os corações, o senhor positivo com quem partilho lanches e longas conversas e o senhor que é tão personagem como as personagens que cria; ao alvo que eu carinhosamente apelidei de leitãozinho e com quem me rio tanto (parvo!); ao meu padrinho lomográfico que me vai levar à bancarrota; ao que gosta de desinformar e é o gajo mais teimoso que conheço; ao que escreve ao contrário e me deve uma garrafa de vinho com quem as conversas são efectivamente como cerejas; à alma mais colorida e bonita que eu já vi a tentar trepar uma varanda; à menina dos gatos que tem uma fixação com o número cinquenta e três e fotografa tão bem; ao fixado em constante devir; ao que me usurpa a letra e é a minha fonte oficial de couchsurfing; ao olho que tudo vê e que tanto admiro; ao senhor que se esqueceu de continuar a regar as letras com absinto; ao senhor da pipa e do copo que tantas vezes me “ouviu”e que por isso tenho que lhe gabar a paciência! E ainda à minha noiva que tenho a certeza que daria à luz blogues de excelência, à minha mulher companheira de outras vidas blogosféricas e à minha amante que sumiu do mapa. E já agora, porque eu sou umas mão largas e é só amor para dar e vender, a todos que fizeram, fazem e ainda virão a fazer parte do meu mundo. A todos um enorme bem hajam!


[se me esqueci de alguém nesta imensa lista, decerto não está esquecido no coração]


Adenda: tinha eu acabado de chegar a Itália quando me lembrei que me esqueci de incluir a menina que veste bonecas de imaginação and my favourite international couple - embora estivessem já incluidos no rascunho mental inicial. Shame one me!

30 comentários:

Dalaiama disse...

«Sweet for my sweet
Sugar for my honey»
Querida Kapinha!
Eu ia no segundo parágrafo e já estava comovido o bastante para repetir para mim mesmo que «esta tipa é mesmo espectacular e especial e isso tudo» e depois chego àquela parte da varanda e até a lagriminha escorreu acredita -snif-snif- Que tu és mesmo uma pessoa muito linda e suspiro muito! E que inteligência! Repara só no brilhantismo do vocabulário! Tu escreves de um jeito elaborado mas simples (não sei explicar), directo, certeiro nas palavras, desenhas aí umas imagens incríveis como se tocasses guitarra com as frases e fizesses grandes solos daqueles de arrepiar o palco! Que já nos últimos dias tenho lido outras coisas tuas e sim sim temos escritora sim senhora!
Beijo
e um abraço inteiro :)
o Universo abençoa-te ;)

K disse...

Opá! Opá! Opá! És mau! Só porque te deixei uma lágrima ao canto do olho tiveste que a retribuir! Não se faz!

Agora falando a sério e tentando não cair na minha habitual lamechice. Gostei do teu comentário; gostei que tenhas percebido a importância que as pessoas têm para mim e como as valorizo (mas de ti não esperava outra coisa); adorei, obviamente, essa belíssima descrição que fazes da minha escrita, até porque o meu maior gozo a escrever, mais do que o conteúdo em si, sempre foi o brincar com as palavras, a maneira como se ligam, a sua cadência, a construção de imagens. Foi um hábito que perdi - o da escrita - e do qual por vezes sinto muita falta. Poderá não ser o processo de catarse de outrora, contudo é indubitavelmente um excelente exercício mental que me apraz sobremaneira - e que, pelos vistos, liga a fonte do vocabulário.

Recebo grata esse abraço sentindo-me abençoada. E retribuo.

PAULO LONTRO disse...

Parece que aqui os comentários vão ser longos a lacrimosos...
Pois bem...
...
...
...
Adoro-te miúda.
(upsss... e eu que tenho um filho… mas não sou casado...rss rs rs rs )
Repararam na quantidade de meninos versus meninas... lol lol

K disse...

Ahahahahahahahahahahahah! És mesmo má língua pá! E tu achas que eu com este feitio e esta minha falta de paciência para os assuntos ditos femininos, ia conhecer mais gajas que gajos?? Bah! Não sei porque estou a dar-me ao trabalho de responder concretamente a isto uma vez que já tivemos esta conversa! Por outro lado sabes bem que eu sou um ser magnético. ahahahahahahhahahah!

Também te adoro. Então quando decides entrar na cozinha acho que ficas um espanto! Do best!!! ;]

fantôme disse...

Vive La Folie K!

Na próxima encarnação trocamos.
"Se fosse gaja era uma puta". Não sei se hei de ficar preocupado.

Caroline d' Zagal disse...

não quero deixar de comentar...
só para dizer que me sinto muito agraciada por te ter conhecido. isto, pegando numa palavra que me parece encaixar no teu dicionário.
já te disse que me irrito facilmente quando as pessoas não sabem brincar com as palavras. no teu caso, e olha que em mim isto é raro, sabe bem ler.saboreia-se =) beijinho*

K disse...

Meu querido, a frase não é assim pá! A frase, de tua autoria se bem te lembras, é a seguinte: se eu não fosse sentimental era uma puta!

Não hajas melhor na próxima encarnação experimentarmos uma personalidade diferente? Olha que era capaz de ser mais divertido! Ou então não. Pode ser que fiquemos mais apurados e muito melhores!!!

Beijo enorme na tua bochecha e um mega abraço

K disse...

Minha querida Caroline, como te disse só não apareces ali porque me esqueci completamente que tinhas blog, mas afinal também já não o tens tal era o uso que lhe davas! Mas a bem ver também ali estás sim, naquele pacote enorme das pessoas que se cruzam na minha vida e de quem gosto. Sabes bem que também eu me sinto agraciada por te ter conhecido que isto de conhecer gajas com quem empatize (do verbo empatizar que não existe mas de que gosto muito) é coisa complicada!

Fico feliz, sendo tu tão exigente como dizes ser, que a minha escrita te agrade e que gostes de ler. Saboreia-se é.....divinal e eu sinto-me assaz lisonjeada! Gostei!

Mil beijos repenicados nas tuas bochechas!

K disse...

Maldita dislexia e desconcentração! Ali na resposta ao Fantôme onde se lê hajas deve ler-se ACHAS! Isto não é normal pá!

fantôme disse...

Porra, tenho que começar a apontar as frases!

K disse...

Também acho que sim!!! luv iu!!!

I wish I was BLONDE! disse...

Oh Jesus!!! Tresloucado?!?! Eu? Ele não há miúdo mais responsável... ahahaha

E agora que vim de Londres acho que não quero ser loiro mais. Quero é loiros. ahahahah =p

Je t'adore ma belle! :D****

K disse...

Ahahahahahahahahhahahah! És tão tolo! Mas é mesmo por isso que te adoro tanto. E por esse teu coração.

'Tás a ver? Até podes ser responsável, mas não há dúvida que és tresloucado!

Bisou****

(porque é que tinhas que viver pela capital, hã??)

Desinformador disse...

Lá tás tu! Gajo teimoso?! Já te disse:

it's like dancing tango! It takes two!!!

E dp sou eu!!!

Tb te adoro miss K... e estou de acordo com o resto do ppl, tu realmente tens un 'je ne sais quoi' que usas e abusas para sacar o que de melhor temos!!!

Parabéns por seres assim!

Um dia destes apareço pelo Porto e levo tinto! That's a promess!

K disse...

Ai promessas! Promessas! Já estou para estar contigo no Porto há anos!!!

E eu é que te costumo dizer isso! Dois teimosos juntos é uma festa! ahahahahhahahhahah

Quanto ao resto obrigada pelo elogio. Agora deixaste-me emocionada pá! Mas fico feliz que assim seja. Afinal é o melhor que devemos dar uns aos outros.

Baci mille! Ti voglio bene!

Devir disse...

Foi.

Reflexos no olhar encharcado de um Douro antigo que um momento tornou em nascimento. Asas. Crescimento e evolução. Mergulho salto e empurrão. Troca e separação. Confrontos de aproximação. Saudosa tesão. Aerosol e manhã de alucinação. Corpos chaves e entraves. Fotografias. Memórias frias de um porto mais a Sul. Paixão. Muita. Distribuição de reflexos, mudanças perspectivadas e outra vez, evolução. Contaminada! Venenosa de amor. De teu. Tua. Fechadura de tantas chaves deixadas na rua que só por ti redescobres. É tua. E és de toda a gente.

Um brinde. A ti.

ps: - OLhA! Saiu bem querido este resumo da matéria dada... fresquito!

Boa viagem porquinha!

( : )

Me disse...

Linda, por dentro e por fora.
E depois ainda dizes que achas que perdeste o jeito para a coisa. Vês como os dedinhos não servem apenas para premir o gatilho? Vês? Vês? Vês?
:)
Beijos com sabor a algodão doce (se bem me lembro...)

jacaré disse...

muito muito fixe , ficamos muito felizes de ser o teu par de jarras favorito , hahaha , isso é bom , não é ?? :) Aquela parte de sermos piores que as gajas é k já não sei ..... beijos , o texto tá excelente

LORENZO MONSANTO disse...

É sem dúvida alguma, um dos agradecimentos mais bem esgalhados que já li...mas não era de esperar outra coisa. A tua criatividade é grande.

E o teu tasco, como tu apelidas, é realmente diferente. É por isso que é um óptimo "click", este aqui tão perto.

Parabéns!

Oxalá que continues com o dedo no gatilho...firme.

zamotanaiv disse...

!sojieB !safargotof omoc meb oât severcsE .agirrab an sâr zaf augá e acob an augá zaf euq aditemorp agnip asse iA !meganemoh ertsuli oât a rednopser arap megaroc ojnarra es rev a odadna ohneT

K disse...

Devir, obrigada pelo resumo da matéria sempre tao ao teu jeito.

Me, de algodao doce cor de rosa!!! Tem que ser ou nao tem o mesmo sabor!! E eu sei que os dedos servem para mais do que premir o gatilho da maquina. Servem tambem para premir as teclas! ;) Beijos!!!

Jacare, obviamente que é bom serem o meu par de jarras predilecto! Quer dizer que vos gosto muito e que acho que dao uma optima decoraçao! ahahahahahahahahah!

Lorenzo, grazie mille pelo elogio. Sabes que as coisas quando sao sinceras saem sempre bem! ;) (eu tambem espero continuar com o dedo firme!)

Zamot, és lindo pa!!!! LINDO!! AMEI!! Mas deu-me uma canseira do caraças! ahahahahahahah

Conde disse...

Há quem ocupe espaço sem impressionar, há quem viva por ai sem magia e depois há alguns...poucos, a quem apetece dar a mão para saber mais.
Não me revejo naqueles mundos todos, o que é normal, mas este texto encaixa perfeitamente na percepção que eu tenho de ti.

homesick.alien disse...

oopopopopopooooooooo ;)*

Desinformador disse...

épá este blog amanhã entre no mês em que celebra 3 anos a dar ao gatilho!!!

Até ao dia 22, quando ocorreu o primeiro post, há muito que celebrar!!!

Enhorabuena tía!!!

ivephoto disse...

lamechas.........
tavas naqueles dias.........
e continuas com a letra tipo cola os olhos ao ecrã!
a gente sempre foi dada ao boxe!!!
beijão de melão ao tropeção no teu coração
boa viagem e volte sempre

é q o gato anda a ficar tenso, já se atira a mim quando saio de casa, está a cair imenso pêlo, o apetite.. perdeu-o por completo.
E estou com receio que ele se suicide.
tirando isso, está tudo em ordem e até ver não há inundações.

K disse...

Oh porra o meu gato! Ai que me matas do coraçao!!! O meu Tikizinho lindo!


(depois respondo ao restante. agora encontro-me em catatonia e como tal nao consigo responder e este teclado irrita-me!)

K disse...

Conde confirmas novamente aquilo que já me disseram várias vezes e do que eu mesmo tenho noção: sou transparente!

My dear friend alien, que raio de comentário foi esse?! Ficaste assim tão contente?? ;]

Des, è vero!!!

Ivezinha, qual lamechas qual carapuça! Sabes bem que sou assim pá. E isto veio apenas na sequência de um prémio que me deram e a razão pela qual mo deram. Grazie mille per tutto!


e o Tiki já descansa....o que eu também tenho que fazer!

oui, c´est moi disse...

o FB anda-me a baralhar muito as ideias....
é verdade que a idade também não ajuda...pfff
por isso diz-me lá, sou a noiva ou a das bonecas? sim, que eu nem coloco a hipótese de não estar aqui!!!

Zorze disse...

Broche ou minete conta?
love you ****

K disse...

Oui, c'est moi, para falares no FB então só poderás ser a das bonecas (embora o noiva pudesse realmente trocar-te as voltas! - no entanto hás-de reparar que a noiva eu refiro não ter blogues!)


Zorze, amore mio, obviamente que conta pá!!! Que raio de mania de achares que isso não é sexo pá! Também te amo muito! E tenho tantas saudades tuas!!!