26 janeiro 2009

Paste Up

Hamburgo
Junho 2008

23 comentários:

Dalaiama disse...

Tu não devias ter sido só detective, devias ter sido detective fotográfica!
E cada foto é ainda melhor do que a outra, só coisa boa!

Dalaiama disse...

É verdade, o boneco tem pilinha! :p

K disse...

Lolada! Pensei exactamente o mesmo (da pilinha)! Estava curiosa a ver se alguém o comentava...só podias ser tu, né!! ;p

E eu já sou detective fotográfico! Está bem que tenho andado mais parada no Porto, mas dêem-me uma cidade com street art e é ver-me a calcorrear a mesma feita maluquinha numa autêntica caça ao tesouro!

zamotanaiv disse...

Cá para min é: deem me uma cidade nova... desconhecida dá mais pica.

Não acredito que não continuem a aparecer cenas nas paredes do Porto..

zamotanaiv disse...

Ah, e essa noitada do senhor Dalailama? Deu frutos? que caminhos terá percorrido? quero encontrar essas cores...

K disse...

Zamot mon cher, não deixas de ter razão: indubitavelmente uma cidade nova e desconhecida, repleta de street art de qualidade, dá muito mais pica. Contudo, é raríssimo aparecerem cenas novas nas paredes do Porto, com excepção para o bombing, e o bombing e eu nunca nos demos muito bem...(mas sim, há aí uma ou outra coisa nova, que eu tenho que ir fotografar, mas de resto é o marasmo total).

Ah! Zamot, isso terás que lhe perguntar a ele!

zamotanaiv disse...

vai rápido antes que desapareça!

zamotanaiv disse...

hehe! já estou a mandar! hehehe

K disse...

Vou rápido onde?!!? Hã?! Não me faças isso!!!

zamotanaiv disse...

tirar as fotos... estou a brincar, tranquilissima. eu sei que não pode haver pressa num dedo num gatilho.

K disse...

Não, não pode. Mas podia haver mais energia...(pensei que sabias de algo que eu desconhecia!!)

zamotanaiv disse...

a minha passagem pelo porto há 15 dias foi muito curta e muito à base da lareira e 3a idade... a ver se na próxima deixo algo nas paredes que desconheças... hehe, tenho umaideia velhinha para umas escadinhas da mouraria que se calhar até ficava bem numas escadinhas da sé... planos, planos...

K disse...

Boa boa! Desde que me digas onde ou me convides, eu agradeço!! ;] (o pior é que os planos às vezes não passam de...planos!!)

zamotanaiv disse...

acho que não, este já pesa um bocado demais na cabeça. houve uma noite muito boa no porto com uns amigos das caldas e de lx passada a largar stencils e frases nas paredes... tem que se repetir. bem regada é claro!

K disse...

Obviamente que bem regada, nem podia ser de outra forma! Vem vem! ;]

zamotanaiv disse...

boa, I´ll let you know.

zamotanaiv disse...

não sem antes passar umashoras agarrado ao x-acto

K disse...

Pois claro, o x-acto é essencial! ;] Só espero estar cá nesse fim-de-semana! Trabalha trabalha! ;p

Dalaiama disse...

Meu caro zamotanaiv!
Pela convivência neste blog que a menina K tem muito bem gerido como uma confortável sala da amizade, tenho tido de ti uma boa ideia.
Mas então depois de deduzir do que dizes que praticas o desporto da stritarte, a minha consideração por ti subiu ainda mais!
Curtia ver cenas tuas :)))
Fica bem ;)

K disse...

Dalaiama, obrigada por essa da sala de amizade! AMEI!!!! E realmente isto cada vez mais parece um chatroom. Ai não é suposto porque é um blog e tal? Pois que se lixe o que é suposto!


Será que vocês não moram perto um do outro nem nada? Tenho esta ideia que sim...

zamotanaiv disse...

Pelo menos vejo muitos dalailamas pelas ruas do meu suburbio alargado.

O que tenho feito nas ruas foi sempre muito timido e pouco frequente. Há muito que os sprays não saem de casa. Mas tudo isso vai mudar! Algumas coisas estão no meu blogfolio

Dalaiama disse...

O que é isso do «blogfolio»?

Olha, regressei ao teu blog e andei por lá a consultar posts antigos e pelo menos até onde recuei no tempo não encontrei nada de stritarte. Até encontrei outras cenas fixes, como árvores com olhos e projectos com madeiras muito bem executados, de um modo rigoroso, muito exacto. Dás um ar de quem sabe o que está a fazer, sim senhor! ;)

Bem, eu há uns anos também era muito intermitente no que fazia nas ruas. Acho que cada coisa tem o seu momento. Houve um dia, nem sei bem como, em que eu declarei que ia assumir para mim mesmo um nome de rua e ia concentrar-me numa ideia que de uma só vez fosse política e estética. E dedicar-me a essa ideia. É como um filho na nossa barriga. Vamo-lo nutrindo, sem pressa ele vai crescendo, o sonho sorri, os caminhos vão se fazendo. Não há stress, há tempo para tudo.

Porreiro teres visto stencils meus pelo teu «bairro alargado». Obrigado pela simpatia da notícia. Quer dizer que eu já estive em lugares onde já nem me lembro de ter estado :p (talvez tenha que adoptar hábitos mais saudáveis de vida para melhorar a memória)

Tu fica bem :)))

zamotanaiv disse...

http://tomasviana.blogspot.com/