28 janeiro 2007

sombraNAsombra

Rua António Granjo, Porto
Uma das sombras do Porto que já havia aqui mencionado, e que já foi publicada no Sociedade Anónima, com a particularidade de a sombra do sol ser quase coincidente com a sombra artificial.

6 comentários:

hole in my vein disse...

heia...tá mesmo fixe!! Gosto destas "sombras"! :)

Zorze disse...

É a segunda do blog - muito boa esta ideia; SOS na A.Z. Beijos, linda k! *

Devir disse...

Uma coisa é fotografar street art. Outra é vivê-la. Senti-la. Sentir que se é um meio para atingir um final feliz. A espera, ou coincidência de timming desta foto revela que esta senhora. É uma Senhora. E que o seu trabalho de post em post atingiu uma sensibilidade para além da simples fotografia. o que faz são photo-grafias. Lindas. Linda.

Frau K. disse...

qual é que é a sombra? :)
muito bom.

K disse...

Muito obrigada pelo elogio mestre Devir. Não esperei. A minha dedução lógica sempre foi que as sombras eram resultantes das luzes nocturnas dos candeeiros. Já havia pensado que algumas nem sombra solar deviam ter a maior parte do ano, porém nunca me havia lembrado que poderiam coincidir. Foi um muito feliz acaso. Que aproveitei. Mas o gozo também é esse, não é? ;)

Beijos a todos. E obrigada pela visita Frau K. É uma honra!

andrezero disse...

Talvez tenhas tirado essa foto quando fez sensivelmente 1/2 anos do dia em que foi decalcada do sol pelo autor. Acaso ou não, é mágico, sem dúvida.