02 janeiro 2007

Aos molhos

Bairro Alto, Lisboa

6 comentários:

ryth disse...

como se costuma dizer

tudo ao monte e fe em deus...:P

beijos

Nani disse...

mas não é alecrim, pois não minha querida?
mas é, sem dúvida, um retrato dos dias de hoje, em que as pessoas se comem e atropelam uma às outras, sem olharem a meios para atingirem os seus fins.
CHIIIII! Que negativa logo no ínicio do ano! Parece que tou parva!
Sabes como é, olhei e foi o que vi.

Mas amo-te muito. Beijos

hole in my vein disse...

mataram um bocado de mim... eu não gosto de morrer nos braços dos outros... prefiro matar-me!

a vida é uma selva... :)

K disse...

Nani, meu amori, que bom ter-te de volta no meu cantinho! Que saudades mulher!
Epá, não tinha pensado nessa perspectiva, embora tenha que concordar contigo. Não sei se é seres negativa ou estares apenas consciente do que te rodeia. Ou isso, neste momento, estar mais em teu redor...
Por isso não estás nada parva. E assim é que gostamos de ti, a dizer logo o que te vai na alma, sincera e verdadeira. Também te amo muito! weeeeeeee (o momento cutchi-cutchi do dia ;p ahahahahah)
Beijos de algodão cor-de-rosa para ti nina linda


Hole, isso não é razão para te atirares à linha. Toma juízo. Ouvi dizer que há um muito bom, e com uma relação qualidade/preço bastante satisfatória, ali na Drogaria do Sr. Ernesto. Diz-lhe que vais da minha parte. ahahahahahah


(está visto, tenho que me ir curar)

hole in my vein disse...

mas há um quê???????????????

K disse...

Há um juízo pá. Não te mandei tomar juízo? Há um óptimo juízo, vintage, muito em conta. Na drogaria do Sr. Ernesto, claro está. ;p