02 outubro 2006

Hoje fui à Fnac...

...e saí de lá com a carteira mais leve...


[apesar de ter apreciado desde sempre graffitis, se houve algo que me foi deixando cada vez mais atenta e fixada, à medida que crescia a quantidade de stencils espalhados pela cidade do Porto, é a capacidade de intervenção que a arte urbana consegue ter a nível da crítica e sátira política e social, da mensagem subjacente, de nos fazer pensar e rir. e nisso este senhor é exímio. e, conquanto procure e goste de muitos trabalhos pela sua estética, é isso que eu continuo a valorizar mais na arte urbana. talvez por estar fora do meio. talvez por achar importante manter os olhos abertos...]

2 comentários:

Desinformador disse...

pelo menos é sinal que tens carteira... para ires à fnac...

quanto ao stencil... como é o braço esquerdo que está estendido, com a palma da mão para baixo, eu vou ser condescente e pensar que o autor está a ser irónico. As políticas de esquerda desapareceram, para adoptar medidas próprias de direita, quase extrema...

significando isto que os políticos de esquerda defendem os mesmos ideais dos seus pares associados a partidos de direita.

será?

Devir disse...

politiquices á parte, fez-lhe muito muito bem ter levado para casa essa obra-prima. cabeceira.

beijo